REALIZAR-ME ATRAVÉS DE MINHAS PRÓPRIAS PALAVRAS, ENCONTRAR-ME NELAS, ESCREVER E REESCREVER A HISTÓRIA DA MINHA VIDA E DAQUELES QUE FAZEM PARTE DELA, SAIR DO RASCUNHO, PASSAR A LIMPO QUANTAS VEZES FOREM NECESSÁRIAS , REVISAR CADA MOMENTO VIVIDO ATRAVÉS DAS LEMBRANÇAS GUARDADAS NA MEMÓRIA, ASSIM SEREI AUTORA DA MINHA PRÓPRIA HISTÓRIA, SEM PLÁGIOS OU CÓPIAS, APENAS AUTÊNTICA.










domingo, 30 de outubro de 2011

É MADRUGADA...SILÊNCIO TOTAL,
NO QUARTO, A ESCURIDÃO PREDOMINA,NUM LEITO MORNO
SEU CORPO INERTE PROCURA POR CALOR,
SEM RESPOSTA E ATÔNITA
RECORRE ÀS LEMBRANÇAS,
VAGUEIA EM SEUS PENSAMENTOS,
FECHA SEUS OLHOS,
VISITA O PASSADO,
RELEMBRA ALGUNS ROSTOS,
MOMENTOS ALEGRES E OUTROS NEM TANTO,
PESSOAS QUE PARTIRAM,
OUTRAS QUE FICARAM
MAS SE PERDERAM NO TEMPO.
REPENTINAMENTE ABRE OS OLHOS,
E O PRESENTE SE FAZ SENTIR,
EM TUDO QUE RELEMBROU,
PERCEBE QUE FALTA MUITO,
MUITO A REALIZAR.
ESQUECE A BUSCA PELO CALOR.
ESTE ESTÁ EM SEU PEITO...
DENTRO DO CORAÇÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário