REALIZAR-ME ATRAVÉS DE MINHAS PRÓPRIAS PALAVRAS, ENCONTRAR-ME NELAS, ESCREVER E REESCREVER A HISTÓRIA DA MINHA VIDA E DAQUELES QUE FAZEM PARTE DELA, SAIR DO RASCUNHO, PASSAR A LIMPO QUANTAS VEZES FOREM NECESSÁRIAS , REVISAR CADA MOMENTO VIVIDO ATRAVÉS DAS LEMBRANÇAS GUARDADAS NA MEMÓRIA, ASSIM SEREI AUTORA DA MINHA PRÓPRIA HISTÓRIA, SEM PLÁGIOS OU CÓPIAS, APENAS AUTÊNTICA.










segunda-feira, 14 de março de 2011












SINTO QUE SOU A POETIZA POR TI ELEITA.
AQUELA QUE DIZ TUDO QUE SENTE.
QUE TEM INSPIRAÇÕES PURAS E PERFEITAS.
QUE REUNE NUM VERSO TODO AMOR ETERNO.
SONHO QUE MEU VERSO TEM CLARIDADE.
QUE ILUMINA ATÉ A ALMA.
AH! COMO MORRO DE SAUDADES, DESTA TAL POETIZA,
QUE NUNCA FOI ELEITA.
E QUANTO MAIS NO CÉU DA IMAGINAÇÃO VOU VOANDO,
AQUI NA TERRA VOU SONHANDO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário